David Le Breton brindará la conferencia "Identidades estalladas"

Lunes 20 de marzo CONFERENCIA: “Identidades Estalladas” de 18.30 a 22 hs. Entrada libre y gratuitaDavid Le Breton en la Argentina, Conferencia y seminario "Conductas de riesgo en las sociedades actuales"

21 y 22 de marzo Seminario "Conductas en riesgo en las sociedades actuales". Inscribite en topia.com.ar/lebreton Organizan: AGD-UBA y Topía

Hasta el 1 de marzo: $600  (Después: $800)

Grupos 25% de descuento (3 o más) // Estudiantes 50% Registro online: Inscribite ahora con precio promocional haciendo clic aquí.

Inscripción por mail: Si prefiere inscribirse por correo electrónico escriba a This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. indicando nombre y documento de los asistentes, y el medio de pago preferido. Medios de Pago: Transferencia o depósito bancario (mediante CBU o en Banco Galicia) // Mercado Pago (Acepta Pago Fácil, tarjetas de crédito/debito y cuotas). Cualquier consulta sobre el contenido del seminario escríbanos a This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

Martes 21 y miércoles 22 de marzo de 2017 de 18.30 hs. a 22 hs. Facultad de Filosofía y Letras (UBA) Puán 480 / Aula 108

 

Lista de Oficinas para a IV Jornada
As Oficinas Práticas da IV Jornada de Agroecologia da Bahia acontecerão no dia 31 de outubro (sábado) pela tarde, entre as 14:00-17:30. As inscrições vão ser realizadas no dia 29 de outobro na recepção do evento. E para que estejam antenados sobre qual oficina fazer, disponibilizamos a lista de oficinas que teremos:
5 - Expressão corporal no território: presença, memória e culturas Proposta: realizar uma aproximação à consciência corporal e ao uso de ferramentas expressivas do corpo em relação com o entorno cultural /socioambiental. Entendendo as possibilidades de ação política através da expressão corporal, gerar “materiais” estéticos (estéticos-políticos) à partir de tal expressão. Registrar como a pessoa transita na sua corporalidade a história pessoal e social- política, focando no individual, no coletivo intersubjetivo e na relação com o meio ambiente. Reconhecer os aspetos culturais e políticos do cotidiano e do extra cotidiano (ritual, cênico e nos espaços de manifestação política) na corporalidade. Considerando que as técnicas do corpo aportam novas experiências e perspectivas, explorar a Relação sujeito objeto e intersubjetiva no cotidiano dos trabalhos agrícolas. Gerar algum “material” a partir da experiência no formato desejado (vídeo, expressão plástica, performance). Proponentes: Equipe Antropologia do Corpo/Universidad de Buenos Aires e parceiros

Pensem, Reflitam e escolham a melhor opção para Você! Aproveitando os conhecimentos que serão trocados durante o momento das oficinas.